05 maio 2017

Lista de livros para ajudar no empoderamento feminino



Olá, queridos!

A Life Coach de assuntos femininos, Juliana Carneiro, fez um lista especial com livros para ajudar a mulherada a se conhecer mais, a se valorizar, a se amar e a se questionar sempre sobre as questões que nos assombram diariamente sobre o universo feminino.



Mulheres que correm com os lobos é o preferido da Juliana que criou um trabalho bem interessante em cima deste livro para ajudar a mulher a reconhecer a sua intuição e a se valorizar mais. Ela indica o capítulo 3 como ponto de partida da leitura, mas eu confesso que tenho toque e comecei pelo primeiro mesmo. Logo na introdução a autora expõe o seu objetivo com as suas pesquisas e o leitor fica chocado ao descobrir tanta coisa sobre o universo feminino que parecia estar adormecido em algum lugar por aí.

Juliana tem um canal no Youtube e faz Lives frequentemente sobre diversas deusas da mitologia Grega e em seus vídeos podemos compreender melhor passagens mais complexas do livro.

"Todas nós temos anseio pelo que é selvagem. Existem poucos antídotos aceitos por nossa cultura para esse desejo ardente. Ensinaram-nos a ter vergonha desse tipo de aspiração. Deixamos crescer o cabelo e o usamos para esconder nossos sentimentos. No entanto, o espectro da Mulher Selvagem ainda nos espreita de dia e de noite. Não importa onde estejamos, a sombra que corre atrás de nós tem decididamente quatro patas." - Clarissa Pinkola Estés

No início da leitura você pode estranhar um pouco a linguagem da autora e o modo como ela aborda certos assuntos que parecem abstratos, mas quando você reflete sobre isso percebe que se encaixa direitinho em vários momentos da sua vida. Nós realmente temos que seguir nossos instintos "selvagens" e correr atrás dos nossos sonhos mesmo diante de tanta repressão cultural. Ora, as coisas já melhoraram bastante do século passado para este, porém as mulheres ainda enfrentam muitas dificuldades no mercado de trabalho e no dia a dia.

"Fico perplexa com o fato de as mulheres hoje em dia chorarem tão pouco e, quando o fazem procuram justificativas. Fico preocupada quando a vergonha ou desabito começam a eliminar uma função natural. Ser uma árvore florida e estar cheia de seiva é essencial, se não você pode se quebrar. Chorar faz bem, e é certo. Chorar não cura o dilema, mas permite que o processo continue em vez de entrar em colapso." - Clarissa Pinkola Estés

Outros livos que podem te interessar (Clique na imagem para mais informações):


 .  


Beijos,


Nenhum comentário

Postar um comentário

© AUTORA CAROL ESTRELLA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por