16 novembro 2015

Faça amor, não faça guerra, por favor!




Duas tragédias amplamente divulgadas causaram alvoroço na internet. A tragédia em Mariana partiu o meu coração e quando soube dos atentados em Paris fiquei mais triste ainda. Qualquer tragédia me deixa triste, me deixa pensativa, me deixa emocionada e me ajuda a pensar em algo para melhorar o mundo. 


Creio que seria bem melhor pensar em fazer algo para ajudar a sua comunidade, algo para ajudar a na educação do seu filho e algo para te ajudar a enfrentar seus medos do que brigar com os outros no Facebook para ver quem matou mais. Quem teve o país mais destruído, quem teve mais feridos. Isso é relevante, mas no momento é mais importante procurar fazer algo para melhorar o mundo do que reclamar, lamentar, brigar, discutir e despejar energia negativa na internet.

 Se for para falar de tragédia, temos que falar dos Sírios que morrem todos os dias, do atentado na Nigéria e na Turquia na semana passada, no avião que caiu na Ásia matando 200 inocentes, entre outros. São tantas que não há espaço suficiente neste blog para falar de todas. O mundo está doente, o ser humano está insano e nós estamos de mãos atadas. O que fazer?

Eu me preocupo com Mariana, Paris, Nova York, Rio de Janeiro, Niterói e tantas outras cidades que  sofrem diariamente com as insanidades do ser humano. É por isso que eu bato sempre na tecla da educação e do autoconhecimento. A base de tudo está na educação de qualidade e na não alienação. A religião cega, o patriotismo cega, tudo ao extremo cega e as pessoas acabam fazendo barbaridades em nome do que eles acreditam estar correto.

Pensar para quê se é bem mais fácil compartilhar mensagens cheias de "verdades" no Facebook?  Ler para quê se é mais fácil copiar o resumo do colega e tirar 10? Estudar para quê se é mais fácil fazer tudo de qualquer jeito e viver de trambique ou nas costas dos outros? Fazer mestrado, doutorado, pós- doutorado para quê se o jogador do Corintians vai ganhar mais do que eu em um só jogo?

A desvalorização da educação no Brasil está complicada, mas acho que nós estamos neste mundo para melhorarmos e ajudarmos os outros a ficarem melhor. Então, em vez de fazer guerra nas redes sociais, faça a paz! Não compartilhe o ódio, compartilhe amor e reze por todos!

Beijos,

Carol Estrella

Nenhum comentário

Postar um comentário

© AUTORA CAROL ESTRELLA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por